Original

myfreecopyright.com registered & protected

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Alimentação de gestante

Uma das primeiras mudanças na minha vida desde que soube estar grávida foi com alimentação.

Passei a selecionar tudo que como e bebo, pensando no bem do neném.
Cortei o café imediatamente. Sempre fui viciada em café, acho que chegava a tomar 1 litro por dia.
Não doeu, mas o sono me derrubou.

Adeus coca-cola zero! Essa doeu. Se bem que eu andava decepcionada pelo desaparecimento da coca-light. Porque a plus é um horror.

Café da manhã todos os dias. Comer de 3 em 3h. Evitar excessos. Comer bem = comer o que é saudável.

Eu não sou apenas eu agora, eu sou eu + uma sementinha preciosa, só minha rs (ok do papai também, mas tá aqui dentro, papai pode tomar café, cerveja, coca que nada muda).

Quero ser a mamãe mais nutritiva do planeta!!!

O que não pode faltar na dieta



A alimentação tem um papel fundamental durante a gravidez. Mas quem pensa que comer bem é sinônimo de comer muito está enganada. Para garantir a saúde da mamãe e do bebê, é imprescindível consumir alguns nutrientes. Veja quais são:
• Ácido fólico
Atua na formação do tubo neural do bebê. Fontes: miúdos, verduras verde-escuras (brócolis, espinafre e couve), feijão-branco e legumes.
• Cálcio
Importante para a formação dos ossos do bebê e ajuda na manutenção da estrutura óssea da grávida. Fontes: leite, iogurte, cottage, ricota, couve, semente de girassol, semente de linhaça, gergelim, iogurte desnatado.
• Vitamina D
Auxilia o aproveitamento do cálcio pelo organismo. Fontes: leite, fígado, atum, salmão, sardinha.
• Ferro
Previne anemia. Fontes: carnes vermelhas, miúdos, fígado, verduras verde-escuras, gema de ovo, frutas secas.
• Vitamina C
Auxilia a absorção do ferro. Fontes: frutas cítricas (laranja, limão, acerola, maracujá) e vegetais folhosos.
• Líquidos
Fundamental para o funcionamento adequado do organismo. Beba de 2 a 3 litros por dia, principalmente de água.
• Fibras
Evita que o intestino fique mais lento, o que ocorre com freqüência com as gestantes. Fontes: alimentos integrais (arroz, massa, pão, cereais), verduras e legumes crus e frutas com casca e bagaço.


Dicas para uma alimentação sem exageros
Durante a gestação, é preciso redobrar os cuidados com a alimentação.
• Evite
Carnes cruas (sem japa por um bom tempo) , gema de ovo malcozida (puts adoro gema mole), café, álcool, adoçantes com aspartame, ciclamato e sacarose (pode consumir os mais naturais coma frutose ou estévia), chás mate e preto, refrigerantes à base de cola, sal e doces em excesso.
• Para os enjôos
Para amenizar tal desconforto, típico das primeiras 12 semanas de gestação devido à alteração hormonal, vale a pena recorrer a alimentos gelados e ácidos, como limonada ou abacaxi. (só sinto enjôo mesmo na hora de escovar os dentes....um desafio com mta concentração tipo a paradinha pra respirar da Hortência)
• Os famosos desejos
Não há estudos científicos que comprovem que gravidez desencadeie uma gula incontrolável. Mesmo assim, se os desejos rondam a sua vida, é fundamental ter um cardápio bem fracionado para evitar que o apetite vá às alturas e você acabe comendo além da conta. Quando quiser degustar uma guloseima, sempre tenha um “sócio” para dividir as calorias e dê preferência aos doces que sejam à base de frutas.
• Mais apetite
Muitas grávidas reclamam da fome durante a gravidez. Na maioria das vezes, isso se deve ao aumento da ansiedade da gestante (que se manifesta na forma de fome) ou ao desequilibro de nutrientes. Procure uma orientação médica para adequar a alimentação e faça atividades que relaxem.
(dá uma fome URGENTE do tipo TEM QUE COMER AGORAAAAAAAAAAA)
• Por que engordar demais não é legal
O aumento excessivo de peso na gestação está diretamente relacionado ao risco de desenvolvimento de diabetes gestacional e hipertensão arterial na gestante. Nos dois casos, a gestante corre o risco de ter um parto prematuro. Além disso, quem engorda demais tem muita dificuldade de voltar ao peso anterior à gestação. Logo, fique de olho no prato.(niguém quer embarangar tb)
Fonte: Revista Boa Forma

Não tive desejos. Uma noite sonhei com bergamotas, essas de quintal, não de supermercado. Não sei se era desejo. Passei o dia seguinte tranquila, sem bergamota.

Coloco limão em tudo. Vai por cima do arroz com feijão, da carne, de tudo!

Não sinto muita vontade de doce. Ouso dizer que menos do que antes da gravidez.

Nenhuma tara por chocolate. Prefiro uma manga. Sério.

Pode ser que ainda queime a língua ou que alguma grávida brigue comigo, mas eu sinceramente não acredito em desejos. Tenho certezaaaaaaaa que muita gente se faz para ser paparicada, aproveitando-se do papai.
Essa minha vontade de limão não é anormal. A vitamina C ajuda a absorver ferro e estou com um pouco de anemia. Faz sentido. E também sempre gostei de limão.

Eu tenho um único desejo: o bem estar do meu neném!

2 comentários:

Leonardo disse...

Engraçado, minha esposa tinha que tomar café todas as manhãs e a primeira coisa que enjoou foi do café, inclusive foi qdo aumentou a desconfiança que ela poderia estar grávida, ela correu pra vomitar enquanto passava um café, aí já disse: Pode ir fazer o exame. Mas Coca cola está sendo o mais dificil pra ela ficar sem, tá sofrendo tadinha! Ah! Outra coisa interessante é o fato de que nunca gostou de leite e agora toma 1l por dia, nem to reconhecendo e ela disse que sente falta se não tomar! Vai entender...

Vanessa Cavasotto Leite disse...

Um litro de leite?
Nossa, que bom!
Eu to to tomando pouco, uma no máximo 2 xícaras por dia.
Acabei de ler que peixe, os com omega 3 (salmao, sardinha, atum) faz muitooooooo bem.
Alem de benefícios físicos, pra retina do bebe, para o cérebro, tb tem estudos que dizem, facilitar o parto normal, diminui o tempo de trabalho de parto e que a criança se desenvolve mais rápido, pra ler, falar, andar, e fica comunicativa e social.
Nossa, agora eu quero peixe todo dia!