Original

myfreecopyright.com registered & protected

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Lucas tem sorte!

Olha q lindo filho q vc ganhou no sorteio do blog da Luíza!! http://potencialgestante.com.br/resultado-do-sorteio-2/


Fiquei feliz da vida!!! Ainda não tinha comprado nenhum pratinho pra você!
Obrigada e muito carinho no Benji!!! Yuuppiieee!!!

 

do tempo do Google

Lucas, 
Tô aqui na maior ansiedade lembrando que teu primo nasceu com 34 semanas (que completamos na virada do ano agora) e que muito em breve é você que tá chegando.
Ai pra me distrair, mamãe resolveu contar pra você como eram as coisas quando eu era criança, as coisas do tempo da mamãe.
Acho que um dia você vai rir e dizer: minha mãe é do tempo do Google.
Mesmo que eu tente me manter atualizada e viver com você todos os tempos, a vida é muito urgente e tudo evolui numa velocidade ridiculamente rápida.
Mal a gente começa a curtir uma novidade e logo ela se torna ultrapassada e sem graça.
Quando eu era criança a gente tinha um tempo maior para aproveitar as novidades.
Nem se imaginava que um dia algum aparelho tipo ipad seria inventado.
Dei ipad como exemplo porque 2010 é o ano que foi lançado aqui no Brasil.
Ninguém usava celular, nem computador.

O telefone era discado, quando um número tinha 0 ou 9 demorava um tempão até a gente completar a discagem rs. Mesmo assim a gente achava o máximo. Hoje em dia, o que demora muito pouco já é suficiente pra tirar qualquer um do seu bom humor. Somos uma geração de mimados intolerantes.

Quando surgiu telefone sem fio era o máximo, um luxo mesmo, puro glamour rs. Eles tinham antenas pra gente puxar e melhorar o sinal. 

Ouvir música era em disco de vinil, que até hoje eu acho um charme. Tudo ocupava muito espaço porque nada era virtual como hoje. Download não fazia parte do nosso vocabulário.
Tínhamos que comprar agulhas para tocar os discos e fitas para gravar as músicas.

Lembro a primeira vez que vi um CD e achei super do futuro a luz refletindo colorida no disquinho.
Tive um toca fitas rs igual a esse ---- >
Adorava poder gravar algum programa de rádio ao vivo transmitindo um show do U2 por exemplo. Cheio de ruídos, mas eu era feliz assim. Se fosse hoje, inaceitável. 

Televisão era colorida pelo menos rs...Tinha um botão pra girar e trocar canal que evoluiu para esse modelo ao lado de apertar. Não tinha tv a cabo e a imagem pra ficar boa precisava de antenas, senão ficava cheia do que a gente chamava de fantasmas (contornos extras).
Assim que surgiram modelos com controle remoto foi tudo acontecendo muito rápido e todos os anos novos modelos com novidades mais modernas surgindo. 
É tão rápido que quando eu conheci teu pai a primeira televisão que tivemos ainda era uma caixa enorme (modelo sony wega) e nem imaginávamos tv de lcd com imagem hdtv.
Acabei de ler no twitter enquanto escrevo aqui...

"A Toshiba lança na semana que vem em Las Vegas a primeira TV com 3D sem óculos. O preço deve ser de US$1,500 para telas de 20 polegadas..."
De 2002 pra cá muita coisa já mudou. 
Minha camera fotográfica nem digital era ainda. A gente alugava filmes em fitas nas locadoras e assistia pelo vídeo cassete. Gastávamos um monte em locadora de filmes.

Voltando ainda a minha infância, fiz aula de datilografia numa máquina dessas! Computador foi algo que no meio da minha faculdade se tornou uma realidade.
A gente tinha um em casa para família toda usar.
Desktop, monitor tipo caixa enorme trambolhão e notebooks eram muito raros.
Quando eu conheci teu pai surgiu o messenger! Sempre fomos metidinhos a geeks interessados em tudo de novo que aparece. Começamos a nos comunicar por email, logo fomos para o messenger e webcam, enviando videomail quando poucos sabiam como isso funcionava. Era super do futuro rs. Nem era possível falar com webcam pelo messenger ainda, usávamos um programa do windows para falar ao vivo ou da propria camera para gravar emails em vídeo. Nem existia o skype ainda. Twitter até ano passado era um desafio para gente entender.
Você vai nascer com tantos recursos! Eu já me sinto muito feliz em poder contar com meu amigo Google e o Youtube.
Talvez quando você possa ler isso já seja uma comédia imaginar, mas tua mãe recorre ao google para aprender a trocar fraldas, dar banho em você, fazer pudim de leite condensado e teu pai toda vez que precisa fazer nó de gravata também recorre aos mesmos "amigos" rs. Para tudo que precisamos buscamos na internet soluções, dicas, sugestões, informações, distrações, caminhos em mapas, músicas, filmes, diversão e até as compras do supermercado...é difícil fazer qualquer coisa sem consultar antes a internet.
Que hoje está no bolso da gente, nos iphones...penso aonde estará quando você crescer?
Sou super curiosa como vai ser quando você estiver maior, estudando, como estaremos vivendo. Prometo buscar acompanhar todas as novidades e me manter metidinha a geek.







sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Feliz Natal

Passando aqui só pra desejar um Feliz Natal a todos!

 

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Comparando fotos

Foto com 4 meses e com 7 meses.

O que é a natureza, como a gente se transforma em tão pouco tempo, haja elasticidade pra pele kkkkk viva tecnologia q nos oferece tantos cremes, óleos e cosméticos pra nos salvar dos efeitos não desejados!

Ainda nada de estrias, acho q não terei, mas continuo cuidando bastante.
Meu umbigo também acho q não vai sair pra fora, só ficou rasinho, mas tá pro lado de dentro ainda rs.

Não tive nenhum segredinho misterioso pra cuidar da pele contra estrias. Sou tão viciada em cremes mas nada fiel, uso cada hora um diferente.
Usei gerare, usei da body store de manteiga de karite, usei payot linha maternity, usei mammie bela do boticário óleo e gel pras pernas, usei victoria´s secret pq adoro cheirinho.
Ou seja, uso tudo que ver pela frente. 
Acho q o importante mesmo é manter a pele bem hidratada...qdo sinto que absorveu e to de repouso barriga de fora to sempre passando oleo ou creme.
Agora celulite devo ter até na língua, tá por toda parte.
Saudades de pegar um bronze, to transparente de tão branca, mas preferi não pegar sol pra não manchar nada. Vejo minhas veias, especialmente qdo Lucas se mexe.
Minha barriga é uma lua redonda branca e cheia.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Chá de Bebê do Lucas




Ando muito molenga pra escrever aqui, pelo calorão, pela falta de posição confortável pra digitar também e a preguiça q tomou conta de mim.
Estamos bem, super feliz, o chá tava ótimo, cheio de amigas queridas, uma alegria só na espera pela chegada do Lucas.



Apesar do calor e do desconforto todo da barrigona eu me diverti bastante, nem vi o tempo passar. Ganhamos muitas coisinhas fofas pro enxoval, mas o melhor de tudo foi o carinho de cada uma.

Aproveitei a ocasião e preparei um convite para padrinhos para um casal de amigos muito queridos.

Comprei uma caixa de língua de gato da kopenhagen e fiz um cartão assim:

Ela ficou super feliz e emocionada e o Duda também. Ele ainda não encontramos pessoalmente, final de ano é uma correria doida! Por isso pensei em mandar a caixinha de chocolates com bilhetinho!

Eu fico com vontade de chorar emocionada. Amo a Letícia, somos amigas de infância desde bebezinhas. Não nos vemos com tanta frequencia como gostaria, pq moramos em cidades diferentes e é difícil mesmo tempo q ambas estejam disponíveis. Sempre tentamos e quando dá certo é mto bom reencontrar. Amizade assim de tanto tempo eu sinto quase como se fosse família mesmo, nossas mães são bem amigas também.
E o marido dela é o Duda, paizão da Lara, uma boneca encantadora. Gosto muito dele também.
Os padrinhos vão ser os dois e mais o melhor amigo do Beto que é solteiro. 3 padrinhos.
Depois a gente vê como isso vai funcionar na hora de batizar kkkkk mas são os 3.

Fotinhos do chá



sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

32 semanas

Completamos 32 semanas :)

Confesso que essa semana as dores estão cada vez piores. Ainda bem que eu durmo bem a noite, acordar que começa o problema...já acordo com cólica forte, fisgadas na virilha e dor nas costas. O Beto me ajuda a levantar da cama inúmeras vezes pra eu fazer xixi, o que alivia a contração.
Apesar de tanto repouso me sinto sempre cansada.
É tão gostoso quando minha barriga fica bem relaxada e sinto os movimentos incríveis do Lucas. O Beto também sente. A gente fica olhando pelo espelho do quarto aquele pezinho-pezão deslizando...parece uma massagem onde nunca senti antes, de dentro pra fora.
As coisinhas do Lucas que já temos estão todas lavadas e passadas.
Estamos indo pra Porto Alegre hoje passar as festas.
O Chá de Bebê do Lucas e Baby Beer do Beto com os amigos será domingo agora!
Até lá vou ficar de cama pra conseguir curtir bastante esse momento!
Não vou levar a mala do Lucas, confiante que ele vai esperar a gente voltar dia 2 de janeiro.
Dia 3 já temos ultrassom pra ver como anda a placenta.
Minha psicóloga disse pra eu não me chatear com o peso, nem ficar focada nisso. Pra eu curtir as festas e me cuidar bem pro Lucas ficar aqui mais umas semanas.
Eu nem estou muito ansiosa, acho que o cansaço me pegou de um jeito que eu só penso em dormir mesmo.
Semana que vem eu venho aqui contar como foi o chá!
Ps: já to chamando o chá de chá da nona, porque a minha mãe tá mais dona do chá que eu rs...tem um monte de gente convidada q eu nem conheço, ela q contratou decoração, tudo...eu de longe to mais pra convidada do que dona da festa. O q na minha condição tá sendo ótimo, uma super ajuda. Mamis, te amo!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Harvey

Há um mês atrás nasceu o Harvey 11.11.10 com 4kg e 53cm. Enorme!
De parto normal! Brave woman!
A mamãe dele e eu nos tornamos best friends nos Estados Unidos. Moramos juntas e trabalhávamos juntas também.
Nos falamos toda semana via skype desde que voltei para o Brasil. Nunca perdemos contato. Ela já veio ao Brasil me visitar.
A gente se ama muito, se admira e ficamos muito felizes de estar grávidas no mesmo ano!
Assim, quando ela vier de novo me visitar, vai trazer o Harvey com ela pra brincar com o Lucas!
Sabe esse monte de besteiras que se ouve dizer que americanos são frios? Pra mim isso é piada! Enquanto estive nos Estados Unidos fui sempre tratada com muito calor humano, muito carinho e fiz amigos para uma vida toda!
E vou te dizer, aqui no Brasil é muito mais difícil construir amizade assim depois que se vira adulto.

Eu e a Regina somos bem diferentes. Ela é meio hippie, bem maluquinha. Toda ecológica, tem a horta dela em casa e consome o que ela mesma planta. Mas a gente sabe crescer nas diferenças e se divertir muito com isso! E como a gente se diverte! Eu acho que sou mais americanizada que ela!
Eu descobri pelo skype enquanto ela falava comigo e amamentava, que ela tem tatuagem de estrela em cada mamilo. Deve ter sido bem fácil pro Harvey encontrar o caminho do leite!
Ontem eu vi o Harvey tão lindinho pela webcam. Fazendo muitas carinhas, já to apaixonada! É a cara dela!!!
Ela diz que nunca beijou tanto alguma coisa na vida como beija ele. Nunca ficou olhando tanto pra nada como olha pra ele o dia todo. Encantada!
Quero muito que seja realmente possível ver o Lucas e o Harvey brincando juntos aqui no Brasil.
Olha o que ele já faz com 1 mês:

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Consulta com a Obstetra


Me sinto assim!
Eu já previa que ela fosse culpar tudo no meu aumento de peso. E foi exatamente assim.

Brigou muito comigo.
Nem vou falar em números rs.
Da placenta ela disse não haver nenhum estudo que responda causas de envelhecimento precoce, mas que não dá pra prever se a minha vai continuar com o mesmo ritmo de maturação ou se vai estacionar no grau II.
No exame diz: placentra grau II antes da 32 semana.
No mais meus exames deram todos ótimos. Lucas se desenvolvendo perfeitamente, por isso ela disse pra não ficar tão preocupada já que nem interferiu no crescimento dele.
Vamos repetir o ultrassom dia 3 de janeiro. Se tivesse aparecendo algum risco teria que fazer antes disso, então é pra eu relaxar. Cuidar só do meu peso mesmo.
A ham...claro, porque é muito fácil em dezembro cuidar do peso. Tenho Chá de Bebê, Natal e Ano Novo e estou grávida. É pra eu não comer nada?
Não estou nem ai.
Se tivesse apontando algum problema pelo peso tipo diabete mas não tá, ou risco de pre-eclampsia, tb não está. Meus exames estão ótimos, sempre apenas aquela anemia mas nada grave. Meu filho está recebendo tudo que necessita mesmo com placenta grau II e isso que me importa de verdade.
Eu estou comendo de tudo, mas não estou repetindo nem comendo porções exageradas. Aqui em casa nunca tem frituras e sempre antes do almoço como uma salada bem saudável.
Tomo pelo menos uns 3 litros de água por dia.
Não tive varizes, nem inchaços e nenhuma estria.
Vou fazer exame da tireóide de novo. O que pode estar justificando o meu aumento de peso é essa glândula que nunca se define normal nem hipo.
E ela sentiu as contrações dessa vez e não posso caminhar, o que ajudaria no controle do peso. Sem me mexer quase nada é difícil não engordar.
Para o próximo mês ela me pediu um monte de exames de sangue de novo.
Aquele da glicose nojento mais uma vez! Quase chorei.
Pesquisa de estreptococus, hemograma, TSH, toxoplasmose de novo, de urina, um monticoisa!
Sobre risco de o Lucas nascer prematuro ela disse que não tem como afirmar ainda, só monitorando pelo ultrassom se ele continua bem como tem sido. Se a placenta evoluir pra grau III tem risco, enquanto estiver em II tá bem.


segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Natal na era digital

Achei super divertido esse vídeo!
Se Jesus nascesse hoje, será que Maria contaria a José sobre a gravidez por e-mail? A notícia se espalharia pelo twitter e facebook? E os presentes dos Reis Magos, seriam comprados em lojas virtuais? No vídeo abaixo, o resultado deste divertido exercício de imaginação:

domingo, 12 de dezembro de 2010

O novo carrinho

Modelo Infanti Travel System Off Road Techno Orange
Pronto filho, agora você não está mais a pé rs.

Teu pai acabou de comprar teu primeiro carro! Não é igual ao que ele tinha comprado em Riveira e perdeu, mas é super moderninho e cheio de marra.

No fim a função do carrinho saiu cara já q foram comprados 2 carrinhos e mais a viagem toda de Riveira. Não adianta eu e o Beto não sabemos economizar e quando tentamos sai tudo errado rs. Pra gente o barato sai caro!

Falta uma semana pro chá de bebê e depois organizar o enxoval comprar o que estiver faltando.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

31 semanas (ultrassom)

O Lucas está pesando 1,600kg e medindo 41cm.
Os batimentos estavam rapidinhos 171bpm.
Bem redondinho, fofinho, bochechudo e lindinho da mamãe.

Quem é fã de Friends como eu lembra da cena da Rachel fazendo ultrassom e
não conseguindo ver o bebê? Eu confesso que não consigo entender bem a imagem.
O Beto consegue ver até se os olhos estão abertos ou fechados e diz ele
que o Lucas sorriu pro papai.

A primeira imagem é sempre do sexo. Esse vejo nitidamente. Os testículos já desceram tá com um saquinho bem grande.
Outra imagem que vejo bem clara é dos pés e mãos.
O Lucas continua sentado e fica de pés cruzados e com a mãozinha nos pés.
A cabeça tá bem abaixo dos meus seios.

O médico ficou o mesmo tempo com a gente que no dia do morfológico...nos dando toda atenção, bem querido...super paciente tentando pegar a imagem do rostinho.
Segundo ele é difícil pegar a imagem pela posição do Lucas.
De vez em quando ele coloca as mãos no rosto, em outras vira olhando na direção das minhas costas ou fica com rostinho colado no meu útero!

Mamãe te ama!
Parece ser bem bochechudinho, mas não consigo dizer com quem ele se parece mais. O médico disse que ele é gordinho dentro do normal pra idade dele. Tá tudo bem com o desenvolvimento do Lucas, fluxo sanguíneo, oxigenação, tamanho, peso, tudo normal.

Mas minha placenta parece estar envelhecendo antes da gestação e não acompanhando o mesmo ritmo...Já fiquei neurótica. Não sei qual grau, vou pegar o exame segunda e consultar com a GO.

O médico do ultrassom acha que tenho pelo menos mais um mês de gestação ainda e que posso passar as festas em POA e voltar depois do Ano Novo. Vou ver o que diz a GO.


Agora não to mais nem ai se poderei ou não fazer parto normal. Meu foco e medo no momento é ter ele prematuro que é o risco que se corre quando a placenta envelhece antes da hora. Terei que fazer ultrassom mais frequentemente (essa parte gostei) e monitorar se o Lucas tá recebendo da placenta tudo que precisa.

É através da placenta que o bebé recebe oxigénio, hidratos de carbono, ácidos gordos, proteínas, aminoácidos e vitaminas, entre outros nutrientes.
Ao mesmo tempo, através da circulação materna, elimina-se tudo aquilo que o bebê não necessita ou que lhe é tóxico: o dióxido de carbono - que é exalado pela mãe através dos seus pulmões - e a ureia, que é excretada pelos rins da mamãe.

O que é o envelhecimento placentário?
A capacidade deste órgão de proporcionar um intercâmbio adequado para o seu bebê vem da mão da sua irrigação sanguínea, a que vai perdendo sua capacidade de melhoria a medida que a data do parto se aproxima. Esta situação pode ser definida como o envelhecimento placentário.

Causas
Os transtornos que alterem a circulação sangüínea como a pré-eclâmpsia ou a hipertensão arterial podem provocar uma afetação placentária desde fases iniciais.
Nestas etapas tardias da gravidez é normal o envelhecimento placentário, o que faz lógico que o parto deva se produzir até as 42 semanas e não se estender por mais tempo.  Fonte: http://www.huggiesla.com/br/nota_Envejecimiento_placentario.aspx 


Eu só quero sair do hospital com o Lucas, chegar em casa juntinhos. Não quero vir antes dele, nem que ele passe por uti e respire com ajuda de equipamentos.


Amigo google sempre me deixa neurótica!



quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Gamei!


Coisa mais fofa do mundo o gurizinho do filme The Switch (Coincidências do Amor)!!!

Vimos ontem o filme e eu me apaixonei por ele.
Ele lembra fisicamente meu irmão mais novo quando era criança. Era?
Só que o Dudu era loirinho. 


Eu sou fã da Jennifer Aniston desde Friends (detesto a Angelina ladra de Brad Pitt) e vejo
todos os filmes dela. Não que eu ache ela uma super atriz, mas eu simplesmente adoro a Jennifer e é minha musa inspiradora na hora de cortar o cabelo.


O filme é uma gracinha...Não é um filmão, mas vale pelo Thomas Robinson que me deixou ainda mais feliz por ser MÃE DE MENINO!!! Coisa mais fofa!!!


terça-feira, 7 de dezembro de 2010

O irmão peludo

Nenê, 

Você deve ouvir a mamãe falar o dia inteiro com o Batman e já até deve conhecê-lo pelos poucos latidos e o cabeção que divide o meu colo com a "tua" barriga.

Não são poucos que acham essa relação absurda e nos criticam por sermos pais de cachorro.
É claro que ele não é um filho como você (acho a comparação ridícula). Mas ele é um filho. Um filho cão. Muito amado. Especial.

Quando ele me olha ele encontra o fundo da minha alma e espelha o que de melhor há em mim. Isso só os cachorros sabem fazer. Só quem tem um amor como esse entende o que estou dizendo. 

Eu tenho certeza que você vai amar ter um cachorro chamado Batman que é incrível! É muito amigo, muito companheiro, muito mansinho, muito carinhoso e adora brincar! Tenho mais certeza ainda que o Batman vai te amar incondicionalmente e te proporcionar ver a vida com a generosidade que só os cachorros tem. Vocês serão grandes companheiros.

Primeiro nós tivemos o Nike, um Dashund sensacional, o mais bonito de toda história da raça. Nunca mais vimos um salsicha tão lindo como ele. Forte, imponente, sarado. O Nike era brabo, diferente do Batman que faz de qualquer estranho o novo melhor amigo de infância. O Nike era ciumento, latia e mostrava a gengiva. Mas com a gente, com os que ele amava, era incrivelmente doce e carinhoso. Muito inteligente. Um orgulho. 
Infelizmente o Nike partiu mais cedo do que pensávamos.


Ano passado, depois de ter tentado e falhado ter outro cachorro descobrimos a raça buldogue francês.
Parênteses :ganhei o Socks de presente do meu porteiro comovido com a saudade que senti do Nike e adotamos a Pequena que encontramos na rua queimada de água quente por algum HUMANO sem coração...ficamos com 2 cachorros num apartamento pequeno e na época eu trabalhava até 20h, 21h e eles ficavam sozinhos. Certamente não éramos bons pais pra eles. Encontramos uma casa com criança que adotou os 2 juntos. 


Mas eu sentia muita falta de ter um bichinho na minha vida. Estava cansada dos humanos na minha volta e a amizade de um cão é infinitamente maior e mais verdadeira que dos humanos.

Pesquisei sobre o buldogue frances e me apaixonei! Sentimos que desta vez estávamos prontos pra nos envolvermos novamente e a dor do trauma de perder o Nike havia cicatrizado.
Foi ai que o Batman entrou nas nossas vidas! Há pouco mais de um ano...um filhote feinho, tão feinho que era lindo assim.


Acho que já estava tudo escrito. A decisão de ter um cachorro e trocar afeto e companhia. A decisão de me desligar de pessoas que não valiam a pena pra mim. A decisão de sair de uma sociedade que passou a apenas me fazer mal. O apoio do papai Beto pra que eu tivesse força e coragem pra fazer tudo isso. A reforma do apartamento que inconscientemente deixava aberto um espaço pro berço do Lucas. A gravidez não planejada mas muito desejada da vinda desse bebê. Tudo faz sentido.



Talvez, pra alguns, seja apenas um cachorro. Pra gente, é parte do que somos hoje: uma família. 


Ele solta pêlos. Humanos jogam lixo na rua, é só sair nas ruas pra ver quem suja mais. Ninguém é perfeito.
Tem que sair pra passear com ele. Ótima oportunidade pra dar um bom dia sorrindo pro porteiro do prédio, pra andar um pouquinho, pegar um sol. Humanos dão muito mais trabalho que isso com as incomodações que fazem pra gente.


O que o Batman nos dá em retorno é uma gratidão infinita. Um amor puro, verdadeiro, visível nos olhos dele de encantamento quando nos vê. Ele nos ensina a perdoar já que mesmo quando brigamos com ele nunca se nega e voltar pra perto da gente e nos encher de carinho e humildade. Ele nos ensina a ver o melhor em cada ser que se aproxima.
Ele não cobra nada da gente e nós somos tudo que ele precisa pra ser feliz.

Eu li diversos posts em blogs, inclusive uma criadora fez um especialmente pra mim sobre adaptação do buldogue para a chegada do bebê: http://www.blog.villechamonix.com/2010/07/estou-gravida-e-tenho-um-bulldog.html


E com o tempo observando o Batman e conversando com o Beto decidimos que não vamos fazer preparação nenhuma e que a adaptação do Batman a chegada do Lucas será a mais natural possível...ele vai se adaptar assim como a gente também vai...acontecendo.
O Batman é muito do bem. Ele vai sentir o amor que temos pelo Lucas e vai passar a amá-lo também, como faz com todas as pessoas.

http://frenchbulldogworks.blogspot.com/





sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Menos 10 semanas

É, agora começa realmente a contagem regressiva! 7 meses já se foram!

Faltam 10 semanas pro Lucas chegar! Os pulmões e o sistema digestivo já estão praticamente prontos! O crescimento diminui o ritmo essa semana, mas ele (e eu) continua engordando até nascer.

O bebê já consegue distinguir entre claro e escuro e pode até mesmo enxergar o que acontece dentro do útero. Será? O crescimento e desenvolvimento do cérebro está bem acelerado.


O cabelo já está presente e aquele lanugo (pêlo pelo corpo todo) está desaparecendo. Agora a medula óssea já é responsável pela produção de sangue (tarefa que era realizada pelo fígado e baço anteriormente). A pele torna-se mais lisa e plana à medida que os depósitos gordurosos acumulam-se sob ela. O tecido gorduroso começa a formar "ilhas" de gordura e passa a ser uma fonte de energia.

Ele está envolto por cerca de 1 litro de líquido aminiótico, mas esse volume agora vai diminuindo a medida q o Lucas cresce e toma mais espaço. Há estudos que dizem que esse líquido tem sabor adocicado...é pq o Lucas é um docinho!!!

Já sobre a mamãe:
"O fundo do seu útero está perto das costelas inferiores, o que pode deixar você com falta de ar. Não se preocupe. Isso não prejudica o suprimento de oxigênio do bebê. Seu sistema circulatório já está adaptado para compensar esta situação.
Além da barriga e dos seios aumentarem bastante nessa última fase
(Meu Deus mais peito??), também cresce o inchaço das pernas e pés. As mãos e o rosto também podem ficar mais gordinhos . O risco de ter varizes aumenta. Também é comum ter cãibras nas pernas, hemorróidas e problemas de digestão. Até o final da gestação, você deve ganhar entre três e cinco quilos."

Super animador!!!
Eu continuo sentindo dor embaixo na barriga irradiando pras costas...mas viva o buscopan plus e a possibilidade de repousar já que não estou trabalhando.

Hoje o grupo de gestantes teve fotógrafa e fomos a um sítio fazer o book. O dia tava lindo, ensolarado e o calor do jeitinho que eu gosto: insuportável rs....amo verão!
Eu adoro mato, árvores, andar descalça na grama, fico super feliz!
Mas esqueci dos malditos mosquitos e eles me picaram toda!!! Voltei me coçando inteira.
As fotos vamos receber semana que vem no encerramento, num CD que, além do book, terá a coleção de fotos de todo programa desde o começo, todos os encontros.

Nenê, falta uma semana pra mamãe e o papai te verem no ultrassom!
Estamos ansiosos e com saudades! Dessa vez não esconde teu rostinho tá?


Como eu aguentei 2 meses sem ultrassom? Comendo hahahahaha.


Você tá sendo tão esperado...muitas amigas já confirmaram presença no chá super entusiasmadas! 


Falando em entusiasmo é um rebola, remexe, chuta, estica e puxa ai dentro que é uma beleza! Mais ou menos assim: 

 

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Convites feitos pelo papai

betOntem o Beto fez os convites do Chá de Bebê do Lucas:



Adoro que as amigas confirmaram já presença imediatamente!!

E do Baby Beer, que ainda tem local a confirmar. Ele aprimorou depois, mas ficou com ele a arte final rs.

(o lance da receita é pra zoar o episódio do carrinho que ficou retido rs)


Ficou fofo néam?


domingo, 28 de novembro de 2010

Fora e dentro


Fora:


Dentro:

Alecrim

Só pra registrar filho que vc adora quando eu coloco essa música, meu alecrinzinho (a)dourado!!!

Te amo! To aqui colocando musiquinha e olhando minha barriga mexer tentando
adivinhar se é pezinho, maozinha, joelho, cotovelo...a barriga rebola e tudo! kkkkk



sábado, 27 de novembro de 2010

Visita a maternidade

Bom, não teve foto, não teve fotógrafo, nem visita a sítio com picnic.
O encontro de gestantes de ontem foi tipo levar o bolo mesmo...totalmente em vão.

Ai que eu e a amiga que fiz no curso Juliana, que também é de POA e mora aqui, decidimos juntas a não perder a tarde e fomos conhecer a maternidade do Hospital da Unimed de Criciúma. Onde o Lucas vai nascer!!!! E o filho dela tb, temos poucas semanas de diferença de tempo na gestação.

Bem novinho, tem apenas 2 anos de funcionamento, todo bonito, limpinho, perfeito.
O quarto é bem espaçoso, todo equipado, moderno, tem internet hahaha a viciada já gostou....e o banheiro novinho, chuveiro parece ótimo, cortinas do box descartáveis, tudo muito limpo.

A sala onde a família vai aguardar pra ver o Lucas é bonita e tem um janelão de vidro por onde meu amado filho será visto pela primeira vez pelos avós e tios (?). Que emoção imaginar esse momento!

Não foi possível conhecer as salas de parto, por questões de higiene não permitem. Acho ótimo. 

O que me deixa intrigada é a surpresa da recepcionista pela nossa preferência por parto normal. Não sou nenhuma radical de levantar bandeira e argumentar até a morte essa preferência. Mas fico intrigada com a reação da recepcionista, que disse ser mto raro ter parto normal...todas preferem cesária já que o plano paga.

Sério? As pessoas se sujeitam a uma cirurgia apenas porque o plano paga? Mesmo que seja desnecessária só pra se valer do benefício? Não creio!

Ela chegou a dizer que o parto vaginal é o parto anormal hoje em dia...e o normal é cesária. Mas que o hospital dispõe de tudo para o parto normal, sala de preparação com bola de pilates etc...mas quase ninguém usa.

Depois a mulherada reclama de ser chamada de sexo frágil.
Eu entendo quando a mulher tenta o normal e não consegue, acaba pedindo a cesária.
Mas não entendo quando tem total condição de fazer o normal, tem dilatação, bebê posicionado pra tal e nem tenta, nem experimenta o que não conhece antes de rejeitar.


foto: getty images
Hoje em dia, 2010 people, há bastante conhecimento médico, equipamentos nos hospitais, recursos. Se não der pra seguir em frente dá pra fazer cesária a partir de qq momento.
A mulher só sofre se quiser.
Tem cortezinho, anestesia, médico, toda uma equipe ali cuidando da gente.
É só ler os diversos relatos de parto na internet...as mulheres sobrevivem pra contar gente!
Não pode ser tão ruim assim.


Eu tenho muito mais medo, no caso de precisar de uma cesária, de sofrer por muitos dias com a dor na recuperação do que de sofrer algumas horas com a dor do parto normal.
Relacione: horas de dor x dias de dor. 
Prefiro cuidar e me dedicar ao Lucas sem dor do passar pelo parto anestesiada e sofrer justamente nos dias que quero curtir meu filho, conhece-lo, viver todo esse momento da melhor maneira possível.

Eu quero tentar...se não for possível tudo bem, cesária sem drama. Mas prefiro parto normal.



sexta-feira, 26 de novembro de 2010

29 semanas

29 semanas completadas hoje!
Quer dizer, segundo a data da última menstruação.
Segundo ultrassom seriam 30 semanas, mas sempre conto como uma antes pra garantir.
Por isso acho que o Lucas dificilmente nasce em fevereiro.
Acho que depois da metade de janeiro já posso estar preparada a qualquer momento.
E isso é daqui a pouco gente, que ansiedade!!!!

Ontem comprei o bercinho do Lucas, que emoção!!!
Comprei um baixinho porque eu tenho só 1,55m e meio. Não abro mão do meio!!!
Depois fiquei na dúvida, baixinho deve ser mais fácil de aprender a sair sozinho do berço...mas isso é coisa pra me preocupar mais pra frente...quando o Lucas conseguir fazer isso eu mudo a caminha dele, pronto.


As necessidades nutricionais do bebê chegam ao ponto máximo no terceiro trimestre. Vou precisar de muita proteína, vitamina C, ácido fólico, ferro e cálcio (cerca de 200 miligramas de cálcio são depositados no esqueleto do bebê por dia), portanto o lance é comer, que dieta o que? Daqui a pouco o Lucas nasce eu me preocupo com isso rs.


Nos meninos, os testículos descem de perto dos rins até a virilha, a caminho do saco escrotal. Ai, será que dói? 



Meu medo é o Lucas nascer prematuro, antes de 37 semanas completas.
Tenho muitos planos pra dezembro: chá de bebê, natal, ano novo e viajando de carro!
Mesmo assim, li que se o Lucas nascesse essa semana teria 9 entre 10 chances de sobreviver. Isso não é 100% então bebê fica quietinho ai no teu ninho.

O cérebro do Lucas já pode controlar respiração e temperatura do corpo.
Sinto soluços dele todos os dias e duram bastante, tipo 20 minutos.
Ele também já pode tossir e as habilidades de sucção foram aperfeiçoadas. 
Q bom, pra ele mamar muito nesse peitão aqui!

Ele tá mais gordinho, com a tal gordura branca que funciona como isolante térmico e deixa a pele menos enrugadinha. Deve tá com cara de baby Johnson's.

Tá pesando gente!
O Lucas tá cheio de energia, são muitos socos, chutes e uma tremedeira na minha barriga que as vezes parece rebolar hahahah...fico impressionada as vezes com a força dele!

Hoje tenho encontro de gestantes, faz tempo que não vou devido as minhas idas a Porto Alegre. Parece que hoje ganharemos de presente um book de fotos!
A idéia é irmos para um sítio com um fotógrafo profissional e faremos picnic.
Depois nos dão o CD de presente.
Mas tá chovendo e nesse caso acho que as fotos serão feitas em sala de aula...chato isso.
Espero que melhore o tempo e a gente possa ir pro tal sítio!
Vou lá me arrumar.
 

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Sobre Deus, Lucas e eu

Estou lendo um livro que minha prima deixou na casa da minha mãe que me motivou a tocar no assunto: Deus.

Confesso que não sou religiosa.
Não rezo frases prontas, não frequento a igreja, não comungo, não me confesso com padre.
Fui batizada e casei na Igreja Católica.

Acredito em Deus, em Jesus, nos Santos, Em Buda, Krishna, em espiritismo, nos anjos da guarda e um pouco de tudo (que é do bem).

Não sou religiosa, mas eu me considero uma pessoa espiritualizada. Falo com Deus todos os dias, no meu coração. Do meu jeito. E assim está bom pra mim.

Respeito todas as religiões, mas confesso que detesto quando tentam me levar pra um lado ou outro. Acho muito chato discutir religião, considero inclusive falta de educação. Penso ser algo muito íntimo e que deve ser reservado.

Eu não sei como foi com vocês. Mas assim que eu vi meu positivo naquele teste de farmácia a primeira coisa que pensei foi "Deus, muito obrigada." Me senti tocada por ele, abençoada, privilegiada, especial, recebendo um grande presente, um grande poder, a confiança de Deus em carregar comigo um filho dele também. Foi algo muito incrível a sensação de saber que em mim havia outra vida. Sentimendo que permanece e amadurece a cada semana de gestação, com todas as transformações que acontecem dentro e fora de mim.

Então que este livro (independente de acreditar ser verídico ou não) traz consigo uma mensagem muito linda. Quero dividir com vocês.

Ele se chama "Eu posso falar" de Manuel David Coudris que escreve a experiência de uma mãe sensitiva anotando mensagens, a comunicação entre ela e o filho ainda não nascido. Mensagens de um bebê ainda no ventre da mamãe.

Independente de religião, acho que todas as gestantes sentem a ligação com o bebê mesmo na barriga. Entender o quanto são sensíveis a tudo que se passa com a gente é essencial pra buscar transmitir tudo que há de bom e muito amor pra esse serzinho. Lembro daquela frase:
"Com grande poder vem grande responsabilidade."
(do Homem Aranha, sim porque eu tenho sempre que deixar meu lado criança, meu lado bobona entrar até nos assuntos sérios...mas q cabe aqui cabe).

Deve ser por isso que fico tão introspectiva, com vontade apenas de ficar horas olhando minha barriga mexer, "namorando" o Lucas, colocando música pra ele, conversando, sonhando e imaginando como será depois que nascer.

Segue o trecho que mais gostei até o momento:

"Mamãe, você é pra mim o que Deus é pra você. (...)
Assim como você vive em Deus, através de Deus e a partir de Deus, vivo eu também; acontece igualmente tanto no pequeno como no grande.
O seu corpo interior, o alimento, as vibrações, o sangue, os ossos: todo o seu corpo é agora o meu universo. E você escutou o meu chamado, me compreendeu e fala comigo.
Você tb vive em Deus. O seu alredor é o interior de Deus e você tb clama pela sua voz.
Eu percebo a sua voz no meu interior, só ali posso recebê-la. Dentro do meu peito, ali onde me encontro a mim mesmo. Da mesma maneira você pode receber a voz de Deus, somente no mais íntimo do seu interior, ali onde vc toca a si mesma.
(...)
Eu sinto tudo o que vc sente, porque o meu ser e o seu ser- enqto eu estiver dentro de vc - são transpassados pelas mesmas irradiações. É a mesma energia que flui através de nós"

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

28 semanas

Hoje é outro dia!
Hoje é sexta-feira! Completamos 28 semanas, faltam só mais 12 agora!
Hoje o Beto volta pra Porto Alegre pra nos buscar!
Hoje o dia tá lindo!
Será que sou meio bipolar?


Essa semana o Lucas começou a adquirir mais gordura e tá ficando rechonchudo.
Já deve ter passado de 1kg com certeza! Queria muito saber que tamanho ele está.
Fico na dúvida também se está sentado ainda ou de cabeça pra baixo.
Sinto os pezinhos dançando "moonwalk" de cima abaixo, das costelas ao osso do quadril, sempre do lado direito.
Dizem que ele pisca os olhinhos e a visão está bem mais aguçada, captando cada vez melhor a luz.
Alguns especialistas dizem que com 28 semanas os nenês começam a sonhar.
Começam a ter memória. Reconhecer sons.
Eu sei que eu sonho bastante com ele.
Estou muito curiosa pra saber como é a carinha, a cor do cabelo, os olhos.
Eu loira, baixinha, olhos verdes e o Beto moreno, alto, castanhos.
Eu sou branquinha e o Beto negão como os amigos chamam. Bem moreno.
Os homens da minha família tendem a ser carequinhas. O Beto é bem cabeludo.

Essa semana foi difícil. Tivemos algumas frustrações.
Primeiro o papai tadinho, foi até Riveira, todo empolgado com sua missão de ser o responsável pela escolha e compra do carrinho-berço com bebê conforto.
Era uma alegria só escolhendo o carrinho do Lucas. Comprou um bem lindo da Infanti e foi parado na estrada a fiscalização levou o carrinho.
Perdeu a viagem, perdeu o carrinho, levaram até um ursinho que ele havia comprado pra levar junto ao carrinho. Pura maldade.
O carrinho custava 400 dolares e a cota é 300. Mas todo mundo leva muamba e valores muito maiores em compras de tudo que é coisa e passa. Pararam logo um pai que foi em busca de um desconto no carrinho do primeiro filho. Apapu.
Depois o perrengue na hora de ir comprar a poltrona de amamentação na TokStok. Não entregam em Criciúma. Estamos resolvendo ou vamos levar de carro ou contratar um frete ou alugar uma caminhonete. Porque eu quero a nana da tokstok rs. É meu número.
E então as contrações, dores e repouso quando o que eu queria era passear por Porto Alegre, ir nas várias lojinhas encantadoras de coisinhas pra bebês que tem aqui.
Tem muita variedade, muita coisa linda.
Mas conseguimos ir visitar o Théo, que tenho acompanhado desde que nasceu pelo menos uma vez por mês.
Cada dia mais lindo, mais fofo, mais risonho, mais gostoso! Assisti o banho dele tentando aprender observando.
Conseguimos definir o local do chá de bebê. Hoje estou de repouso pra sair umas 17h e ir lá conferir o local e as guloseimas se são boas mesmo.


Hoje o Beto chega e eu mato a saudade e uma nova semana começa, mais tranquila, deixando pra trás essas coisas todas, porque a vida segue...cada dia mais vibrante dentro da minha barriga, cada dia mais forte, mais perto de chegar. E eu mais feliz!

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Semana em Porto Alegre

Cá estamos novamente, passando a semana em Porto Alegre.

AVISO: post carregado de desabafos.
Ando meio sem lugar pra isso já que me observam de todos os cantos virtuais possíveis.

imagens fonte: getty images

Como tivemos um casamento sábado e era feriadão acabei ficando de novo uma semana inteira.
Pra falar a verdade, fico porque me sinto ainda muito mal fisicamente pra pegar estrada com frequência. E a idéia de estrada lotada com filas no feriado nada me agrada.
Eu fico super chateada de me sentir assim, fisicamente tão desconfortável.
Consigo sair de casa por muito pouco tempo até que as dores e contrações retornem e me derrubem.
Sábado no casamento, fomos nos arrumar as 14h, sai da festa as 23h. No limite, morrendo de dor já. Nem esperei sobremesa, bolo, música, dança, nada.
A música alta parecia refletir por dentro e a barriga parecia que iria rasgar.
Dor nas costas, vontade de deitar e esticar o corpo.
Resultado: três dias em casa, de molho pra me recuperar e deixei o Beto voltar sozinho pra Criciúma.
Ontem sai com a mãe procurando local pro chá de bebê. De carro. Duas, três horas no máximo eu já precisava voltar pra casa e deitar, tomar buscopan plus.
Eu que adoro dias lindos assim, de sol, de verão, trancada em casa.
Totalmente submersa no meu novo mundo introspectivo, dentro de mim.
O mundo do Lucas.
Eu fico pensando, será só comigo? Sou uma gravidinha estragada? To muito velha pra isso?
Minha médica diria, não, tá é pesada.

Sinto uma pressão externa querendo ver sorriso-pronto-pra-foto permanente no meu rosto 24 horas. Não consigo, porque sinto DOR.
Não consigo controlar aumento de peso. Ainda mais de repouso.
Não sou nada perfeita, ai e nem quero. O problema é sentir que esperam isso de mim.
O tempo todo. Então desculpe se nem tudo que eu faço é bonitinho e encantador.
Deveria trocar o título do post para momento desabafo.
Aliás até desabafar anda complicado.
Acho que só na minha psicóloga terei essa chance. Porque ninguém agora pode apenas me ouvir, me respeitar, apoiar. Tem sempre que me dizer o que fazer, como me sentir e mal escuta com atenção já aponta onde estou errada. Todo mundo sabe tudo.

"Dói porque o nenê é grande."
Não, tadinho, ele não tem culpa.
"Dói porque tu não te acomoda direito, não senta direito, não deita direito."
"Ai nunca ouvi falar de ninguém que se sinta assim, gravidez é estado de graça" .
"Não carrega bolsa, tua bolsa é pesada."
"Tu tem que visitar tia fulana, prima beltrana, a ciclana também" = eu ando 300km até Porto Alegre e NINGUÉM, digo, NINGUÉM pode andar 3km pra me ver na mesma cidade. Eu tenho que ir até todo mundo. "Prestenção" nem espero visita em Criciúma mais (depois de 8 anos sem nenhuma), mas me encontrar em Porto Alegre onde moram acho que não deveria ser tão difícil assim. Ou então pelo menos NÃO ESPEREM DE MIM.
"Tu não pode pegar nene no colo."
"Tu tem que convidar o casal x pra padrinhos" Essa eu ri, já de nervosa. E a insistência só pára no grito. Qdo já me tirou do sério.
"Tu é muito chata, depois que foi pra Criciúma ficou ainda mais chata".
Da mesma fonte que quer escolher padrinhos do MEU filho.
"Tu tem que voltar pra POA, o Beto deveria vender a empresa e vcs recomeçam aqui onde terão ajuda com o Lucas".
Sem comentários.
E cada pressaozinha dessas, não vem com intervalos pra eu respirar entre um chute e outro nas costelas. Vem sem interrupções. Um atrás do outro.
Eu vivo escutando: aproveite atenção que recebe na gravidez, depois é tudo pro bebê.
Eu não tenho mais tolerância pra esse tipo de atenção. Mimo pra mim é diferente de pressão, COBRANÇAS e sufocamento.
Sei que as pessoas as vezes de tão felizes nem sabem como se comportar direito e expressar tamanha alegria. Euforia coletiva. Querer agradar sem prestar atenção no que o outro tá sentindo, precisando.
Cobra, briga, depois inverte o jogo, vira vítima, faz eu me sentir mal, depois dá beijo e me agrada. Enlouquecedor.
Mas desculpe.
A gestação é um momento MEU, de me curtir, de me agradar. Dá licença?
Pode me chamar de egoísta. Pode me acusar de um monte de coisas.
Não vem me olhar com cara de vítima nem me encher de CULPA.
Meu foco agora é o LUCAS.

E eu só quero PAZ pra passar esses últimos 2 meses e meio chocando meu ovinho, curtindo cada sensação mesmo que seja de dor, mas que é MINHA.