Original

myfreecopyright.com registered & protected

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

do tempo do Google

Lucas, 
Tô aqui na maior ansiedade lembrando que teu primo nasceu com 34 semanas (que completamos na virada do ano agora) e que muito em breve é você que tá chegando.
Ai pra me distrair, mamãe resolveu contar pra você como eram as coisas quando eu era criança, as coisas do tempo da mamãe.
Acho que um dia você vai rir e dizer: minha mãe é do tempo do Google.
Mesmo que eu tente me manter atualizada e viver com você todos os tempos, a vida é muito urgente e tudo evolui numa velocidade ridiculamente rápida.
Mal a gente começa a curtir uma novidade e logo ela se torna ultrapassada e sem graça.
Quando eu era criança a gente tinha um tempo maior para aproveitar as novidades.
Nem se imaginava que um dia algum aparelho tipo ipad seria inventado.
Dei ipad como exemplo porque 2010 é o ano que foi lançado aqui no Brasil.
Ninguém usava celular, nem computador.

O telefone era discado, quando um número tinha 0 ou 9 demorava um tempão até a gente completar a discagem rs. Mesmo assim a gente achava o máximo. Hoje em dia, o que demora muito pouco já é suficiente pra tirar qualquer um do seu bom humor. Somos uma geração de mimados intolerantes.

Quando surgiu telefone sem fio era o máximo, um luxo mesmo, puro glamour rs. Eles tinham antenas pra gente puxar e melhorar o sinal. 

Ouvir música era em disco de vinil, que até hoje eu acho um charme. Tudo ocupava muito espaço porque nada era virtual como hoje. Download não fazia parte do nosso vocabulário.
Tínhamos que comprar agulhas para tocar os discos e fitas para gravar as músicas.

Lembro a primeira vez que vi um CD e achei super do futuro a luz refletindo colorida no disquinho.
Tive um toca fitas rs igual a esse ---- >
Adorava poder gravar algum programa de rádio ao vivo transmitindo um show do U2 por exemplo. Cheio de ruídos, mas eu era feliz assim. Se fosse hoje, inaceitável. 

Televisão era colorida pelo menos rs...Tinha um botão pra girar e trocar canal que evoluiu para esse modelo ao lado de apertar. Não tinha tv a cabo e a imagem pra ficar boa precisava de antenas, senão ficava cheia do que a gente chamava de fantasmas (contornos extras).
Assim que surgiram modelos com controle remoto foi tudo acontecendo muito rápido e todos os anos novos modelos com novidades mais modernas surgindo. 
É tão rápido que quando eu conheci teu pai a primeira televisão que tivemos ainda era uma caixa enorme (modelo sony wega) e nem imaginávamos tv de lcd com imagem hdtv.
Acabei de ler no twitter enquanto escrevo aqui...

"A Toshiba lança na semana que vem em Las Vegas a primeira TV com 3D sem óculos. O preço deve ser de US$1,500 para telas de 20 polegadas..."
De 2002 pra cá muita coisa já mudou. 
Minha camera fotográfica nem digital era ainda. A gente alugava filmes em fitas nas locadoras e assistia pelo vídeo cassete. Gastávamos um monte em locadora de filmes.

Voltando ainda a minha infância, fiz aula de datilografia numa máquina dessas! Computador foi algo que no meio da minha faculdade se tornou uma realidade.
A gente tinha um em casa para família toda usar.
Desktop, monitor tipo caixa enorme trambolhão e notebooks eram muito raros.
Quando eu conheci teu pai surgiu o messenger! Sempre fomos metidinhos a geeks interessados em tudo de novo que aparece. Começamos a nos comunicar por email, logo fomos para o messenger e webcam, enviando videomail quando poucos sabiam como isso funcionava. Era super do futuro rs. Nem era possível falar com webcam pelo messenger ainda, usávamos um programa do windows para falar ao vivo ou da propria camera para gravar emails em vídeo. Nem existia o skype ainda. Twitter até ano passado era um desafio para gente entender.
Você vai nascer com tantos recursos! Eu já me sinto muito feliz em poder contar com meu amigo Google e o Youtube.
Talvez quando você possa ler isso já seja uma comédia imaginar, mas tua mãe recorre ao google para aprender a trocar fraldas, dar banho em você, fazer pudim de leite condensado e teu pai toda vez que precisa fazer nó de gravata também recorre aos mesmos "amigos" rs. Para tudo que precisamos buscamos na internet soluções, dicas, sugestões, informações, distrações, caminhos em mapas, músicas, filmes, diversão e até as compras do supermercado...é difícil fazer qualquer coisa sem consultar antes a internet.
Que hoje está no bolso da gente, nos iphones...penso aonde estará quando você crescer?
Sou super curiosa como vai ser quando você estiver maior, estudando, como estaremos vivendo. Prometo buscar acompanhar todas as novidades e me manter metidinha a geek.







2 comentários:

Pris Gger disse...

É Nessa... quanta coisa mudou dos anos 80 pra cá... Penso como vc... algumas coisas do passado eram bem mais prazerosas... mas enfim, tudo evolui e a velocidade dessa evolução é cada vez maior, então, cabe a nós, mães e pais, cuidarmos dos nossas filhos nesse munda tão cheio de novidade, para que eles não se percam dentro desse turbilhão de tecnologia. Já assistiu Wall-E? Então, já pensou nossos filhos se comunicando apenas por computador??!! Sem contato com as pessoas, sem o tato, sem o sentimento?! Nem pensar, né?! A era digital é boa, mas até certo ponto. Vamos nos preocupar em ensiná-los a serem humanos, antes de mais nada. Bjsss

Marina Salem disse...

Van, é verdade...como poderíamos saber que tudo isso mudaria tanto? Como conseguimos viver tanto tempo sem essas coisas????
Beijinhos pra vc e pro Lucas