Original

myfreecopyright.com registered & protected

terça-feira, 2 de agosto de 2011

A função da mãe


"A mãe tem de ser uma rainha Isabel, decidindo compras, banquetes, tarefas e férias; tem de ser um Whiteley, providenciando brinquedos, sapatos, lençóis, bolos e livros; tem de ser um Aristóteles, ensinando moral, teologia e higiene.
Compreendo que isto possa esgotar a mente, mas não vejo como poderá estreitá-la. Como é possível considerar que ensinar a regra de três aos filhos dos outros é uma tarefa importante e que ensinar o próprio filho a conhecer o Universo é uma tarefa mesquinha? Como é possível alguém pensar que é grandioso ser a mesma coisa para todas as pessoas e insignificante ser tudo para uma só pessoa? Não; a função da mulher como mãe é laboriosa por ser gigantesca, não por ser minúscula".
Gilbert K. Chesterton, escritor inglês

4 comentários:

Dalila Freitas disse...

Ahhh, que coisa mais linda e verdadeira! bjinhus pro6!
@dalifreitas

Bettina disse...

Perfeito!

Ser (uma boa) mãe é um trabalho gigantesco! A gente se vira em mil, dá o maior retorno do mundo em termos de afeto, mas nada em termos financeiros! :)

Bettina disse...

Perfeito!

Ser (uma boa) mãe é um trabalho gigantesco! A gente se vira em mil, dá o maior retorno do mundo em termos de afeto, mas nada em termos financeiros! :)

Ariela disse...

É verdade viramos em mil, mas tudo vale a pena... a recompensa do olhar, sorriso, de ouvir mamãe... não tem preço!!
bjokas